Por que Foz do Iguaçu tem esse nome?

Foz do Iguaçu já é referência como destino turístico no sul do Brasil. É a cidade das belas Cataratas do Iguaçu e da tríplice fronteira, com a proximidade com Argentina e Paraguai. Mas você sabe dizer a origem desse nome?

Origem do nome e história de Foz

A palavra Foz do Iguaçu pode ser dividida entre: ü (água, rio) e wa’su (grande). Ou seja, um “rio caudaloso”. O próprio nome já mostra a importância da união dos principais rios da região: o Rio Paraná, e o Rio Iguaçu.

A grafia indígena também demonstra os primeiros habitantes da região. O local era povoado pelos índios Caigangues e foram descobertos pelo homem branco apenas em 1542. A expedição liderada pelo colonizador Alvar Nuñes Cabeza de Vaca, capitão espanhol, foi guiada pelos índios Guaranis.

A expedição partiu do litoral de Santa Catarina e percorreu o Rio Paraná. Durante essa viagem, os colonizadores já puderam descobrir uma das paisagens mais belas da região: as Cataratas. Na época, elas foram chamadas de “Cachoeiras de Santa Maria”.

quedas_cataratas

Foi apenas em 1881 que os primeiros colonizadores substituíram os Caigangues e viraram moradores de Foz do Iguaçu. Os primeiros foram Pedro Martins e Manoel Gonzales, mas ainda não havia o interesse em se manter definitivamente nas terras. A economia era muito exploratória, focando na extração de erva-mate e corte de madeira. Em 1889, começou a ocupação efetiva de brasileiros, a partir da colônia Militar na fronteira. Dessa data em diante, a região começou a ganhar forma e, em 1914, se emancipou com o nome de Vila Iguaçu.

A importância dos rios para Foz do Iguaçu

Como o próprio nome demonstra, toda a história de Foz do Iguaçu é influenciada pelos rios. O Rio Iguaçu, que deu nome à região, é afluente do Rio Paraná, o maior do estado paranaense. Inicialmente, o Rio Iguaçu era, na verdade, Rio Iguassu. Apenas em 1970, houve alterações na gramática brasileira e alguns nomes acabaram entrando nessa onda. Foz do Iguaçu foi um deles.

cataratas_iguacu

Já o Rio Paraná é o segundo maior rio sul-americano e nasce dois importantes rios brasileiros: o rio Grande e rio Paranaíba. Ao todo, tem mais de 4 mil km de extensão e uma vazão na foz de 15,9 mil m³/s. Ele percorre Brasil, Argentina e Paraguai e abriga a principal hidrelétrica da região: a Usina Hidrelétrica de Itaipu.

As Cataratas e os principais passeios turísticos

Itaipu é tão importante que já virou ponto turístico da região. No final das contas, a vazão da água é que forma as principais atrações de Foz do Iguaçu. Tanto pela hidrelétrica, quanto pelas quedas das Cataratas do Iguaçu. As Cataratas são consideradas uma das maravilhas do mundo.

casal_cataratas

Como já falamos, Iguaçu significa no tupi-guarani, “água grande” e realmente as Cataratas do Iguaçu não deixam a desejar. São formadas por cerca de 275 quedas de água, algumas chegando a 85 metros de altura. Elas fazem parte do Parque Nacional do Iguaçu, que é considerado Patrimônio Mundial da UNESCO desde 1986.

Mas, não são só as Cataratas que fazem de Foz do Iguaçu um dos destinos mais procurados da região sul. Quer conhecer as principais atrações de lá? Leia o nosso post e conheça os melhores passeios do local.

Ah, e fica uma dica: chegar em Foz do Iguaçu não é complicado! Turistas que querem conhecer a região, podem escolher o meio de transporte, seja carro, avião e ônibus. Inclusive, fizemos um post sobre como ir a Foz do Iguaçu, confira!

E aí, ficou com vontade de conhecer a região? Conta pra gente!

Créditos das imagens: @girlgonefabulous | @flopinii | @h2foz

roteiro_facil




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *