fbpx

#FICADICA – ROTEIRO DE 10 DIAS PELO MÉXICO, POR @CAMILORIVERS E @ELJUANJOH

#FICADICA – ROTEIRO DE 10 DIAS PELO MÉXICO, POR @CAMILORIVERS E @ELJUANJOH

Oi pessoal, tudo bem com vocês? Somos o Juan e o Camilo, dois colombianos apaixonados por ecoturismo, praias, cultura e história. Todos os anos nós tentamos viajar para algum destino internacional e, esse ano, decidimos ir para o México. Procuramos um destino que fosse ancestral, paradisíaco e que não precisasse de visto de turismo. 

Por isso, escolhemos um dos destinos mais incríveis do Caribe e do mundo: a Riviera Maya. Neste texto, vamos dar várias dicas para vocês sobre o destino. Confira!

A Riviera Maya

 Riviera_Maya

Primeiramente, a Riviera Maya é composta pelo litoral do Caribe e é conhecida por seus resorts, suas longas praias, arquitetura, retiros de ioga e ruínas preservadas da civilização Maia, uma das mais antigas e mágicas que o mundo já teve. Ao pisar em terras mexicanas, você vai sentir esse encontro com a mãe natureza porque no momento que você ver as praias com tons de azul-turquesa, vai sentir que chegou ao paraíso. Tipo que está no filme do Avatar, porque parece impossível existir um lugar tão incrível na terra!

O nosso roteiro

Tá, chega de palavras bonitas e vamos começar com as dicas. Nosso roteiro foi de 10 dias passando por 3 cidades: Cancún, Tulum e Playa del Carmen. Essa foi a ordem que a gente definiu, já que as passagens para o México são mais baratas chegando pela Cidade do México ou por Cancún.

Cancún

Nossa viagem começou no dia 28 de fevereiro e, para viajar, nós precisamos fazer um teste de PCR negativo do Covid-19. Já no aeroporto de Cancún, a gente tomou a melhor decisão da viagem, que é nossa primeira e mais importante dica: alugar um carro! Um táxi do aeroporto até a zona hoteleira custa entre 40 e 80 DÓLARES!!! Mas o aluguel de carro era só US$ 17 a diária, com os seguros inclusos! (Faz as contas aí pra ver o que tu economiza rsrs). Depois de alugar o carro, fizemos uma parada em um posto de gasolina para comprar um sim card e assim ter internet no celular para navegar pelo Google Maps.

Cancún

Quando chegamos em Cancún ficamos chocados com o tom do mar. A gente que é da Colômbia já está acostumado a ver paisagens incríveis (rsrs), mas o tom do mar de Cancún não dá para explicar. Nem o celular conseguiu capturar o que nossos olhos enxergavam. A temperatura da água é bem morna, e as areias das praias são brancas. As nossas praias favoritas foram a Playa Delfines, Faro de Punta Cancun e Mandala Beach. Cancún tem um ar muito americanizado, tipo Miami, e nosso objetivo nessa viagem era nos conectar com toda a parte ancestral e antiga do destino, por isso não ficamos muitos dias lá.

Tulum

A caminho de Tulum, que fica a 131 km de Cancún, fizemos nossa primeira parada para conhecer a famosa Ruta de los Cenotes, uma rua super longa que tem mais de 50 cenotes naturais e artificiais. Os cenotes são poços profundos com águas cristalinas e o custo de visitação varia entre US$ 15 e US$ 30 por pessoa e dá para ficar até 2 horas em cada um deles. 

tulum

Terminamos nosso rolê nos cenotes e continuamos nosso caminho a Tulum. A gente já tinha dado uma olhada no Google fotos sobre o destino, mas realmente a magia do local só dá para sentir estando lá. Tulum era onde a civilização Maia estava concentrada e faz todo o sentido. As paisagens, o mar e sobretudo a arquitetura tirou o nosso ar de tão mágico que chega a ser.

tulum

A zona hoteleira parece que foi planejada pela prefeitura porque absolutamente todos os locais, desde restaurante, lojas e hotéis, são feitos com os mesmos 3 materiais: madeira, concreto e plantas, muitas plantas. De todos os destinos que a gente já visitou, nenhum chega perto do conceito que tem Tulum. É um destino onde a natureza se mistura perfeitamente com os prédios e as ruas, mas de um jeito visionário. A beira-mar é caracterizada por seus bares e restaurantes para todos os gostos, seja para família, casal ou rolê de amigos. Pela pandemia não estava tendo festas, mas Tulum é conhecido mundialmente pelos beach clubs. Falando nisso, lá é cheio de estrangeiros do mundo todo, o que faz que o intercâmbio cultural seja ainda mais rico!

tulum

O passeio cultural mais importante em Tulum é a visita às Ruínas Maias. É uma trilha de mais ou menos 1 hora, onde você passa por todas as construções antigas feitas pela civilização. No ponto mais alto da trilha é possível enxergar o mar na sua frente e chega até dar inveja de pensar que há séculos havia pessoas que moravam com o privilégio de acordar e dormir com essa vista. Após a trilha, você tem direito de fazer um passeio de barco que faz o trajeto das ruínas pelo  mar. Lá é possível fazer snorkeling e nós recomendamos muito! No nosso caso, a gente teve a sorte de ver uma tartaruga de 1 metro e meio! Ela passou por baixo da gente enquanto nós flutuamos e aquele momento pagou a viagem. Além da mamãe tartaruga, a gente também viu várias raias, o peixe do Nemo, a Dori e um monte de bichos. Depois do passeio de barco é possível ficar na praia das ruínas onde tem alguns postos para comprar comida e bebidas.

tulum

A gente também conheceu o museu SFER IK, onde a arquitetura do lugar sintetiza toda a essência de Tulum. O museu é quase um espaço sagrado e as pessoas devem tirar os sapatos. O local não contém obras de arte já que o próprio museu é uma obra de arte. O espaço está dividido em dois andares e se caracteriza por sua arquitetura orgânica que se mistura com a natureza envolvente e com umas janelas futurísticas.

Playa del Carmen

Depois de Tulum continuamos nossa viagem para Playa del Carmen. A primeira coisa que fizemos ao chegar foi ir direto para um restaurante local para experimentar os famosos chilaquiles e frozen Margarita de 1 litro. Foi muito legal já que a borda da taça tinha chile em pó em vez de sal.

Playa_del_Carmen

Playa del Carmen também oferece praias, mas para sermos brutalmente honestos, as de Cancún são mais bem cuidadas. Porém, algo de bom que Playa oferece e que Cancún quase não tem, são os beach clubs, onde se encontram guarda-sóis e espreguiçadeiras, comida e coquetéis, música e às vezes piscinas e outros serviços.

Playa_del_Carmen

As praias que recomendamos: Playa Mamitas, Playa Shangri e Playa Martina. Você vai amar! Também tem o Parque dos Fundadores, onde tem uma escultura gigante de duas sereias, conhecidas como o cartão postal da cidade. Do lado do parque fica La Quinta Avenida, que é o coração da cidade onde tudo acontece. Seja pelo comércio, bares e restaurantes, é lá onde tem a maior movimentação de pessoas.

Uma dica importante pra quem não gosta de pimenta: se prepare meu filho, porque no México não existe comida sem pimenta. Você pode até tentar pedir uma comida menos apimentada e o garçom vai falar que tudo bem, mas é tudo mentira! Para nossa sorte, a gente adora uma pimenta.

A volta para o Brasil

Após Playa del Carmen, voltamos para Cancún para pegar nosso voo de volta pro Brasil. É bem importante vocês lembrarem de fazer o exame de PCR. Em Cancun e Tulum entregam o resultado em 24 horas, então lembrem de fazer com antecedência. No aeroporto, o exame não pode ter mais de 48 horas e tem um custo de US$ 100 até US$ 120.

Com isso nossa viagem termina, tendo a certeza de que voltaremos muitas vezes para o destino! Se tem algo que a gente entendeu nessa viagem, é do porquê México rima com mágico.

Conheça a série de posts #ficadica!

Confira também outras experiências dos nossos #Bonilovers pelo Brasil e pelo mundo, como a cidade de Neiva, na Colômbia, por Adonai Carvalho, o post sobre Floripa além das praias, por Gutinha Lemos, ou dicas do que fazer em Vancouver, por Jaqueline Santos. Até a próxima viagem! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


    Receba nossas dicas por e-mail 🙂



    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.