#ficadica – O que eu fiz no Rio de Janeiro em 5 dias, por @sandrinha_grohskopf

Hey viajantes! Aqui é a Sandra do time de marketing da Bonitour  e neste post vou contar para vocês como foi a minha experiência de 5 dias no Rio de Janeiro. E já vou dar um spoiler: a cidade faz jus ao apelido cidade maravilhosa!

Antes de tudo, deixa eu te contar que o objetivo da minha viagem ao Rio de Janeiro, foi o Rock in Rio, um dos principais festivais de música do mundo. Mas, claro que visitar o Rio de Janeiro e não conhecer os principais cartões postais da cidade seria como se nem tivéssemos ido, então aproveitei e montei um roteiro com os principais lugares que eu queria conhecer para compartilhar aqui com vocês. Vamos lá?

}

Chegando no Rio

Passeio pela orla de Copacabana

Normalmente o dia da chegada no destino é bastante cansativo e o ideal é que você não programe nenhum passeio para este dia, pois caso ocorra algum problema ou atraso no vôo você não perde um passeio que gostaria de fazer.

Por isso, cheguei no Rio de Janeiro no final da tarde, deixei a bagagem no hotel e aproveitei o anoitecer para dar uma volta pela praia de Copacabana. Por lá, vi vários barzinhos na beira da praia, com música ao vivo para todos os gostos e muitos vendedores ambulantes vendendo lembrancinhas variadas.

É um passeio bem tranquilo e você pode aproveitar para fazer algumas fotos clássicas, como em frente ao hotel Copacabana Palace e com as estátuas do Carlos Drummond de Andrade e do Dorival Caymmi.

#ficadica Não marque passeios para o dia da chegada e aproveite para fazer algo fora do seu roteiro, deixe a vida te levar…

Dia 1

Cristo Redentor

O passeio obrigatório para quem vai ao Rio de Janeiro é o Cristo Redentor. O cartão postal da cidade é magnífico, surpreende pela dimensão e pela beleza onde está localizado. Para ir até lá optamos pelo Trem do Corcovado e aproveitamos o trajeto admirando a Floresta da Tijuca. É um passeio de beleza indescritível. A dica aqui para pegar o local mais vazio é ir logo nos primeiros horários do dia. Se você for com o trem como eu, o primeiro horário é às 8h30 e você pode adquirir os ingressos, tanto do trem quanto do Cristo pela internet ou na bilheteria dos locais.

viagem-rio

Parque Lage

Outro local famoso, principalmente pelas novelas, é o Parque Lage. Ele fica localizado no bairro do Jardim Botânico, mais especificamente aos pés do Morro do Corcovado, então aproveitamos para visitá-lo logo após o passeio no Cristo. Novamente aqui você é surpreendido pela arquitetura da construção grandiosa, datada do século XIX e cercada por um imenso jardim. São 52 hectares de puro verde! A visita é gratuita e você pode fazer várias trilhas pelo parque.

viagem-rio

Lagoa Rodrigo de Freitas

Após o Parque Lage fizemos um tradicional programa carioca: alugamos uma bicicleta e pedalamos ao redor da Lagoa Rodrigo de Freitas. A Lagoa tem 8 km de extensão e há vários restaurantes e barzinhos ao longo do percurso, onde paramos para tomar aquela água de coco!

Forte de Copacabana

Finalizamos o dia com uma visita ao Forte de Copacabana. O Forte foi um dos passeios que eu mais gostei, me surpreendeu pela riqueza do acervo das exposições e foi uma verdadeira viagem pela história do Brasil. Lá visitamos o Museu Histórico do Exército, a Fortificação e a Cúpula dos Canhões. Como fomos no final da tarde, conseguimos ver o pôr-do-sol na Cúpula dos Canhões. O ingresso você adquire na bilheteria e nas terças-feiras a entrada é gratuita.

viagem-rio

#ficadica O pôr do sol do Forte de Copacabana é um espetáculo à parte, vale a pena admirar o entardecer por lá.

Dia 2

Rock in Rio

Se você é amante de música como eu, não pode deixar de ir ao Rock In Rio pelo menos uma vez na vida! Como rockeira que sou, escolhi o dia do metal 🤘.

A Cidade do Rock é uma experiência por si só. São várias áreas temáticas totalmente diferentes e tantas experiências imersivas, que foi difícil escolher o que fazer. Com tantas opções disponíveis, eu poderia fazer um post inteiro só sobre o RIR! 

Uma dica legal aqui é que a cidade é bem preparada para receber o evento e o transporte público funciona muito bem. Lá existe o RioCard, que é um cartão que une todos os transportes públicos (ônibus, metrô, BRT, VLT e etc.) e comprei o meu na própria estação de metrô. Para o Rock in Rio, eles fazem um esquema diferenciado, dando opção de compra para uma espécie de passaporte, que contempla os transportes da ida e da volta do festival. Vale a pena, pois o trânsito é bastante intenso e optando por um aplicativo de transporte ou táxi você vai acabar gastando bem mais por conta das tarifas dinâmicas e a própria distância. 

viagem-rio

#ficadica Vá ao Rock in Rio (e vá de transporte público) porque o festival é incrível!

Dia 3

Bondinhos do Pão de Açúcar

Deixamos o terceiro dia livre para descansar no período da manhã (pós RIR) e a tarde fomos conhecer os Bondinhos do Pão de Açúcar. A intenção era ver um dos pores do sol mais bonitos da cidade, mas como era sábado e a fila estava grande, não conseguimos ver o pôr do sol.

O passeio é bem legal, e envolve 4 etapas que você faz de bondinho: a ida da Praia Vermelha ao Morro da Urca e do Morro da Urca ao Pão de Açúcar. E na volta, do Pão de Açúcar ao Morro da Urca e do Morro da Urca a Praia Vermelha. 

A vista das duas paradas é de tirar o fôlego, mas o Pão de Açúcar é especial. Do lado esquerdo um lado você vê a Praia Vermelha, Copacabana, os Dois Irmãos e a Pedra da Gávea ao longe. Já do lado direito, é possível avistar a Urca, o Aterro, o Santos Dumont e o Centro da cidade com o Cristo Redentor ao fundo. E do outro lado da baía, é possível ver Niterói, com a Fortaleza de Santa Cruz em primeiro plano.

A estrutura do atrativo é bem completa e há opções de alimentação, souvenirs e muitos locais lindos para tirar fotos. Tem também dois bondinhos históricos (o original, de 1912, e o primeiro moderninho, de 1972), onde a selfie é indispensável. Reserve pelo menos de duas a três horas do seu dia para fazer esse passeio com tranquilidade.

viagem-rio

#ficadica Compre os ingressos com antecedência pelo site, é mais barato e você evita pegar mais uma fila para compra de ingressos, além da espera para os bondinhos em si.

Dia 4

AquaRio

Se você curte a vida marinha como eu e, tem curiosidade de ver os tubarões de pertinho, o AquaRio é o passeio perfeito pra você. O maior Aquário Marinho da América do Sul tem 26 mil m² de área construída e 4,5 milhões de litros d’água, que abrigam mais de 350 espécies marinhas do Brasil e do mundo.

Todo o passeio tem cunho educacional e uma linguagem didática, além de recursos tecnológicos, desperta no visitante a conscientização sobre a preservação dos mares e dos seres que habitam nele. Vimos tubarões, arraias, moluscos, polvos e várias outras espécies de peixes. Um dos momentos mais aguardados do passeio foi o Tanque Oceânico, que tem dois andares de altura e um túnel de acrílico que dá a sensação que você está passando por baixo da água.

O AquaRio é um passeio divertido e educativo, ideal para viagens com crianças. Você pode comprar o ingresso direto pelo site ou na bilheteria do atrativo.

viagem-rio

Dreamland

Quando visitei o AquaRio também consegui conhecer o Dreamland, o Museu de Cera de Gramado, que estava com uma exposição por lá. A estrutura é bem completa, conta com ídolos da música, grandes personalidades do mundo e personagens de filmes e séries famosas replicados em cera com perfeição. Porém as fotos dentro dos espaços são por conta do atrativo e as selfies são proibidas.

Museu do Amanhã

Entre os melhores passeios que fiz no Rio está o Museu do Amanhã. Um museu que une tecnologia e toneladas de conteúdos ricos em uma experiência imersiva. A exposição principal é composta por cinco grandes ambientes que contam as fases do mundo: Cosmos, Terra, Antropoceno, Amanhãs e Nós. É um passeio bastante enriquecedor e reflexivo, pois nos faz pensar sobre a criação do mundo, a evolução da humanidade, o que nos reserva para o futuro e o nosso papel de indivíduo no universo.

Reserve pelo menos 2 horas para que você possa aproveitar o passeio por completo. Os ingressos você pode adquirir com antecedência pelo site do atrativo.

#ficadica Deixe de lado a preguiça e faça o trajeto AquaRio – Museu do Amanhã a pé para admirar as artes urbanas da Zona Portuária Carioca.

Dia 5

O último dia de passeios pela cidade maravilhosa foi para conhecer o Maracanã e o museu da história do futebol. Se você é fã de futebol ou não, esse é um passeio que não pode ficar de fora da lista. Logo após fomos até a Catedral Metropolitana que impressiona por sua arquitetura e riqueza de detalhes nos vitrais.

viagem-rio

Almoçamos em um restaurante popular no centro da cidade e partimos para o passeio de bonde, no histórico Bonde de Santa Teresa. Esse é um passeio barato e que vale muito a pena, pois passeamos por uma parte histórica da cidade, dentro de um transporte histórico. Na saída do bonde, aproveitamos e passamos pelos famosos Arcos da Lapa e visitamos a escadaria do Selarón. O mais difícil neste dois últimos locais, é um espaço pra fazer uma foto🤣, pois ambos são cheios de turistas.

Finalizamos o dia com uma visita pela Biblioteca Nacional – considerada pela UNESCO uma das dez maiores bibliotecas nacionais do mundo e a maior da América Latina – e uma volta no quarteirão do Theatro Municipal, duas belíssimas construções históricas que nos fazem viajar no tempo.

viagem-rio

#ficadica Agrupe os passeios por região (ex: zona sul, zona leste, zona portuária), assim você consegue economizar tempo e dinheiro no trajeto de um local para o outro e ainda consegue fazer vários passeios a pé.

É hora de voltar pra casa 😥

Deixei a manhã do dia da volta pra casa para comprar as lembrancinhas e dar uma última volta por Copacabana. Andando pela orla da praia, encontrei  de tudo um pouco, desde chaveirinhos, imãs de geladeira, miniaturas do Cristo Redentor de diversos tamanhos e materiais até as cangas temáticas.

#ficadica O bom de deixar as comprinhas por último é que você amadurece a ideia do que vai querer comprar e acaba economizando por comprar tudo de uma só vez.

E quanto custou tudo?

Como disse antes, o principal objetivo da minha viagem ao Rio foi o Rock in Rio, então o primeiro investimento da viagem foram os ingressos para o festival. Comprei ainda na pré-venda, há quase um ano e valeu super a pena! Paguei o menor valor e consegui garantir minha vaga para as bandas que queria assistir.

Após a compra dos ingressos, busquei por pacotes com passagem aérea e hospedagem para o período e também comprei com cerca de 10 meses de antecedência. Assim consegui um bom valor e uma hospedagem bem localizada.

Na cidade tem muitos passeios que você consegue fazer gratuitamente, então, o valor a ser gasto é bem relativo e depende dos passeios que você deseja fazer. Entre os mais caros que fiz, estão o Bondinho do Pão de Açúcar e o AquaRio. A dica principal aqui é comprar com antecedência pela internet para evitar filas e normalmente conseguir um descontinho.

Ao todo, contando ingressos, passeios, passagem, deslocamento na cidade, alimentação, lembrancinhas e hospedagem gastei aproximadamente R$ 6.000 para duas pessoas. Meu foco de viagem foi a experiência no local, então optei por refeições simples e lanches, e aproveitei o café da manhã do hotel, assim consegui economizar bastante com alimentação.


Espero que esse post ajude você a organizar a sua viagem para a cidade maravilhosa. Recomendo essa experiência e espero repetir em breve! 

Confira também outras experiências dos nossos #Bonilovers pelo Brasil e pelo mundo 🧡, como o post sobre Floripa além das praias, por Gutinha Lemos. Até a próxima viagem! 😉


sandra-viagem-rio




Sandra Grohskopf
Time de Marketing da Bonitour
Florianópolis/SC





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *