desbravando-o-Brasil-com-o-cicloturismo

Pedal na estrada: desbravando o Brasil com o cicloturismo

Eu queria viajar mais, mas é tão caro.” já dizia aquele seu amigo que só pensa em avião. Com muito custo, aceitaria uma viagem saindo da rodoviária.

Esse é um equívoco comum de grande parte da população. Mas, se todos soubessem as vantagens do cicloturismo, essa desculpa cairia por terra.

Quer viajar, gastar pouco e aproveitar cada momento, cada paisagem e fugir do estresse do trânsito e das filas de embarque e check-ins? Pegue a sua magrela, seu camelo enfim, tire a poeira da sua bike e descubra os benefícios de uma viagem de bicicleta.

O que é o cicloturismo?

O cicloturismo nada mais é do que a arte e o prazer de viajar sobre duas rodas. Viajar de bike traz benefícios para a sua saúde, para o trânsito e as estruturas da cidade e para a natureza, pois reduz o número de veículos poluentes.

Não importa a distância, se você vai sozinho ou em grupo, um passeio de bicicleta proporciona momentos únicos, como conseguir atravessar trilhas, ter uma interação completa com a natureza e fazer um turismo sustentável, afinal, se não conservarmos nossas riquezas naturais, não teremos mais pelo o quê viajar.

O-que-é-cicloturismo

Há quem ache que passeio de bike seja algo solitário, porém, o cicloturismo pode ser praticado em grupo. Há duas modalidades para o turismo de bicicleta: o autônomo e o com suporte.

O cicloturismo autônomo, apesar do nome, não quer dizer que a pessoa fará sozinho, ele pode ser uma viagem em grupo. O que determina a sua categoria é o turista – ou grupo-, estar por conta própria, sendo responsável pelo planejamento, viagem, hospedagem e tudo mais que se inclua no passeio.

Já o cicloturismo com suporte é organizado por alguma operadora ou agência de turismo, sendo ela responsável pelo roteiro, hospedagem, alimentação, serviço de guia e, em alguns casos, transportam os pertences do ciclista.

Benefícios de viajar de bike

A prática de esportes e viajar são dois dos hobbies favoritos dos brasileiros, além de fazerem bem à saúde de diversas maneiras. Então, o primeiro benefício do cicloturismo é justamente unir o útil ao agradável.

Se a sua primeira preocupação é com a saúde, listamos alguns benefícios de andar de bicicleta:

  1. O ciclismo auxilia no controle de peso;
  2. Andar de bicicleta trabalha diversos músculos do seu corpo. Não é somente os membros inferiores que ganharão força e tônus, braços e ombros também trabalham duro e serão beneficiados com seu esforço;
  3. Sensação de bem-estar: endorfinas e serotoninas são substâncias responsáveis pela sensação de prazer, em nossos corpos. Ao pedalar, nosso corpo é estimulado a produzir mais dessas substâncias;
  4. Ganho de fôlego. O ciclismo exige muito de seus pulmões e pede muito oxigênio. Assim, pedalar é um excelente exercício para a respiração. Só assim para você ter fôlego para subir morros e descer ladeiras.
Benefícios-de-viajar-de-bike

Além desses benefícios, você ganha, ao pedalar, uma ajuda no controle do colesterol, da pressão arterial e das toxinas no organismo.

Cicloturismo e o turismo sustentável 

E sabe o que é mais legal? É que além dos benefícios para o seu corpo, o cicloturismo proporciona um bem-estar coletivo.

O impacto de uma bike, no trânsito, é bem menor que o de carros e ônibus, não só na ocupação de vias, como também na emissão de poluentes na atmosfera. O meio ambiente agradece!

Cicloturismo-e-o-turismo-sustentável

O cicloturismo não deixa de ser um ecoturismo, pois uma das suas premissas é a interação do ciclista com o ambiente que o cerca. E, convenhamos que a beleza natural do nosso país é um convite ao turismo de bike.

Cicloturismo no Brasil

Agora que você já entendeu que andar de bicicleta faz bem para você e para o meio ambiente, que tal começar a planejar alguns passeios sobre duas rodas?

O que não falta, no Brasil, são roteiros para trilhas de bike, ciclismo ou, se preferir por um passeio mais light, diversas cidades contam com o serviço de aluguel de bicicletas.

Trilha de bike em Bonito/MS

A cidade de Bonito não tem esse nome por acaso. Agora, se você quer um passeio bonito e aventureiro, você tem que conhecer o Lobo Guará Bike

Imagine um passeio de bike, de aproximadamente 16km, por dentro do Parque Ecológico do Rio Formoso em uma trilha cercada pela mata ciliar do rio, em uma pura interação homem e natureza.

A trilha tem início no centro de Bonito e até o Parque são 6km de distância. O passeio de bike passa por deques; com paradas para banho; mirantes, porteiras e pelo cerrado. 

O Lobo Guará Bike propõe um ecoturismo ao pé da letra. Além da trilha por entre a mata, os ciclistas são convidados a plantar árvores nativas, nas áreas degradadas, principalmente próximas aos rios, córregos ou qualquer curso d’água.

Trilha-de-bike-em-Bonito-

O passeio é acompanhado por guias e você nem precisa se preocupar em levar sua bicicleta. O Lobo Guará conta com o aluguel de bicicletas importadas, com o valor já incluso no pacote.

Uma dica para aproveitar melhor ainda esse passeio de bike -e outros- é fazer uso da nossa ferramenta Roteiro Fácil. Preocupe-se em preparar para pedalar e conhecer outras trilhas em Bonito, que a gente cuida do roteiro!

Aluguel de bicicleta em Fernando de Noronha

A ilha brasileira, famosa pela prática de surf e mergulho, também tem espaço para o cicloturismo. Quer conhecer Fernando de Noronha sobre duas rodas? Prepare bem as pernas porque não é tão fácil, mas é diversão na certa!

Há alguns anos, uma parceria de um grande banco com o governo de Pernambuco, disponibilizou bicicletas de mountain bike para empréstimos e, hoje, já existem opções de aluguel de bikes comuns e elétricas para qualquer tipo de passeio. 

Aluguel-de-bicicleta-em-Fernando-de-Noronha

Mountain bikes e bicicletas elétricas? Você deve estar se perguntando o porquê desses modelos. Bem, apesar de paradisíaca, a ilha de Fernando de Noronha tem uma topografia que não favorece os ciclistas de fim de semana.

A ilha é repleta de morros, ladeiras e trilhas que levam às praias. É um cenário ideal para quem curte fazer trilhas de bike, mas se você quer apenas um passeio de bicicleta com a família, lhe restam 7 km da BR 363, com condições melhores para um pedalar mais suave.

Outros destinos para se fazer o cicloturismo

Se você acha que o cicloturismo é apenas uma trilha de bike em meio à natureza, enganou-se. Grandes centros urbanos também possuem passeios de bicicletas imperdíveis. Confira alguns:

  • Parque Ibirapuera, em São Paulo: na capital paulista, você tem acesso à uma estrutura invejável. Além do Parque e suas belezas naturais, você tem museu, campo de futebol, playground, quadras poliesportivas, pista de corrida restaurantes e, claro, aluguel de bicicletas.
  • Pampulha, em Belo Horizonte: a capital mineira tem muitos morros e ladeiras, o que pode assustar os ciclistas amadores. Mas, para quem quer curtir um passeio de bike, a região da Pampulha é ideal. A orla da Lagoa da Pampulha ganhou estações de aluguel com preços acessíveis e é possível passear por todo complexo arquitetônico, com obras de Niemeyer, além de pedalar na esplanada do Mineirão. 
  • Parque do Carmo, em São Paulo: outro destino na capital paulista é uma das áreas verdes remanescentes, na zona leste da cidade. Além da flora e fauna da Mata Atlântica, o parque conta com uma estrutura com pista de cooper, trilha ecológica, museu de ecologia, lanchonete, anfiteatro e, claro, uma ciclovia.
  • Estrada Real, em Minas Gerais: que tal fazer uma trilha de bike com uma pegada mais histórica? Percorrer o caminho do ouro, passando por São Paulo e chegando no Rio de Janeiro, totalizando 1600 km não será tão simples, mas gratificante, com certeza.

Após todas essas informações e dicas sobre o cicloturismo, o que você está esperando para subir em sua bicicleta e desbravar o Brasil? Se ainda tiver alguma dúvida sobre o roteiro, conte com a gente!

monte_seu_roteiro_aquiPowered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *