capa_slow_travel

Slow Travel: um jeito de viajar sem pressa

como_comprar_passagens_aereas_baratasPowered by Rock Convert

Uma viagem precisa ser apreciada com a atenção e o tempo que ela merece. Afinal, o objetivo é sempre descobrir novos lugares, sair da rotina e do ‘’próprio mundinho’’. Já vivemos normalmente ligados no 220v, então, por que não desacelerar de vez em quando?

Uma slow travel pode ser o que você precisa para aproveitar a sua experiência por completo e de um jeito diferente. Neste post, te apresentamos o que é esse conceito e damos dicas de como planejar uma viagem nesse estilo.

O que significa slow travel?

Traduzindo ao pé da letra, o termo quer dizer “viagem lenta”, no entanto, significa muito mais que isso. Uma slow travel faz parte do Slow Movement, que engloba outros segmentos além do turismo, como alimentação, moda, trabalho e outros. Nada mais é do que um estilo de vida, o qual pessoas têm o objetivo de viver melhor neste mundo acelerado. 

Essa é, sem dúvida alguma, uma tendência cada vez mais forte no mercado de turismo, não só no Brasil, como no resto do mundo. Trata-se da oportunidade que o turista tem de se integrar ao destino, em contato com o território, com a população e na cultura local.

slow_travel_o_que_significa

O movimento vai contra o estilo fast travel que é composto por várias excursões programadas para cada hora do dia, diferentes destinos em pouco tempo, pacotes all-inclusive e muita pressa. É uma proposta de comportamento completamente diferente do que as agências costumam oferecer.

Quem se propõe a aderir ao estilo, vive a experiência com muita apreciação. Faz parte do processo se colocar no lugar do habitante, explorar os arredores, esquecer as tecnologias, entender a população, utilizar transportes sustentáveis, participar das atividades locais e colaborar para o desenvolvimento do lugar. 

O conceito é mais amplo do que apenas desacelerar. É ser capaz de valorizar tudo que você perde quando busca experiências instantâneas e efêmeras. Em resumo: é uma proposta para viajar com mais tempo e menos compromissos, aumentando a satisfação e a alegria de descobrir novos lugares.

Sustentabilidade

É claro que uma experiência como essa tem tudo a ver com sustentabilidade. O movimento carrega princípios sustentáveis e desperta a conscientização ecológica. Os viajantes passam a ter um novo olhar sobre a natureza e mais responsabilidade quanto aos próprios impactos no meio-ambiente. 

Como você deve ter pensado, sim, o ecoturismo também tem total relação com slow travel. A modalidade de viagem valoriza e conserva os patrimônios naturais e culturais. Por isso, os turistas tendem a se relacionar com o local de uma forma mais profunda e com o olhar mais voltado ao desenvolvimento sustentável.

sustentabilidade_slow_travel

Como organizar uma slow travel?

A desaceleração começa já na organização do seu roteiro de viagem. É claro que um bom planejamento e antecedência são essenciais, mas você pode começar com certa calma e sem ansiedade. 

Para já entrar no clima, o melhor é programar tudo do seu jeito, pesquisando a fundo sobre o local. Muitas vezes, não há como deixar de contar com a ajuda de agências, principalmente porque alguns atrativos são vendidos exclusivamente por elas. No entanto, é possível planejar seus voos e hospedagem por conta própria.

O ideal é ter preocupação zero, então organize sua vida antes de ir. Defina seu orçamento (separando uma parte para imprevistos), faça suas reservas e providencie seus documentos. Comece essa preparação com bastante antecedência para fazer cada coisa no seu tempo e sem pirar. 

Para aproveitar por completo o estilo slow travel, tente programar uma longa viagem. Quanto mais tempo estiver no local, mais você poderá vivenciar e conhecer, a ponto de sentir-se em casa. Se conseguir, escolha o período de baixa temporada para reconhecer o local menos movimentado.

Hora de fazer a mala

Não sabe como arrumar uma mala para viagem longa? Não é tão difícil quanto parece. Separe somente o necessário para não ocupar espaço na mala e não carregar peso. A dica de ouro é montar combinações de roupas: uma parte de baixo pode ficar boa com várias partes de cima e assim você pode repetir os looks. 

como_organizar_uma_slow_travel

Desconecte-se do celular, conecte-se com o destino

Esqueça aquela neura de conhecer os principais pontos turísticos só para alimentar o feed. Programe uma ou duas atrações para conhecer em um dia, deixe-se levar pelos acontecimentos e pelo o que o destino reserva.

Concentre-se em diminuir o compasso e explorar o entorno. Conheça os menores comércios, visite igrejinhas, participe das atividades locais, observe os nativos, converse com eles e tente entender os modos de viver. Ao sair pela cidade, utilize os transportes públicos, vá a pé ou de bicicleta, privilegie os meios sustentáveis.   

Mais uma forma de se conectar com o lugar é optar pelos bares e restaurantes afastados, daqueles que só os moradores visitam. É uma chance de conhecer com mais propriedade as comidas típicas, além de economizar.

Por fim, tente se desconectar. Deixe o celular de lado e tenha mais tempo para apreciar as coisas simples da sua viagem. Tire um dia para fazer parte do destino, vá caminhar no parque ou na praça, leia um livro em meio à natureza ou simplesmente descanse. 

Bonito/MS: um destino que combina com slow travel

Em um ritmo tranquilo e rodeada de natureza, a cidade localizada no Mato Grosso do Sul é o lugar perfeito para você praticar esse estilo de viagem. O destino é famoso pelas atividades de ecoturismo e é um dos mais preservados do país.

Há muito o que fazer em Bonito/MS, mas em sua slow travel, escolha poucos atrativos por dia. Assim, você consegue se dedicar melhor em aproveitar cada um, sentindo as energias dos passeios, além de curtir também o local onde está hospedado. 

slow_travel_bonito_ms

Nossa recomendação é passar um dia inteiro curtindo as atividades do Balneário Nascente Azul. Nele, você encontra passeios de aventura, além de mergulho e flutuação. Outra dica é conhecer o atrativo Cachoeiras Serra da Bodoquena, um lugar muito tranquilo, que proporciona maior conexão com a natureza e conta com outras atividades além das cachoeiras. 

Visite o Pantanal

Quando estiver por Bonito, vale a pena visitar uma parte do nosso Pantanal. Dono de um dos ecossistemas mais ricos do mundo, ele é reconhecido como Reserva da Biosfera, Patrimônio Natural da Humanidade e Patrimônio Nacional Brasileiro, pela Unesco. É mais uma oportunidade de ter uma imersão e se encantar com a fauna e a flora surpreendentes. Planeje sua viagem!

Conheça o Roteiro Fácil!

Deixa a gente te ajudar!

monte_seu_roteiro_aqui

Para curtir sua viagem sem pressa e sem preocupações, você pode antecipar a compra dos seus passeios de ecoturismo. Nossa plataforma Roteiro Fácil te ajuda a organizar a programação. Mas lembre-se, no máximo duas atrações por dia se quiser aproveitar o melhor da sua slow travel!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *