Boia cross Bonito MS

5 viagens para fugir da rotina e se divertir

Existe remédio melhor para aliviar o estresse do que fugir da rotina? Uma viagem de final de semana ou durante as férias é uma boa pedida para se divertir e curtir momentos de prazer! Neste post, elencamos cinco destinos imperdíveis para você planejar seu próximo passeio. Confira:

1. Bonito, no Mato Grosso do Sul

Considerado a capital do ecoturismo no Brasil, Bonito é um dos destinos mais procurados do país. Suas principais atrações são trilhas, cachoeiras, grutas e cavernas, mergulhos e flutuações em rios cristalinos.

Principais pontos turísticos

A Gruta do Lago Azul é uma das maiores cavernas inundadas do planeta. O passeio tem duração aproximada de 1h30min, e é feito por uma trilha onde é possível contemplar as rochas e outras formações geológicas da gruta.

Outra dica imperdível é a flutuação no Rio Sucuri, passeio que começa na nascente do rio. Você terá a oportunidade de avistar alguns peixes, animais e vegetação subaquática.

Não deixe de visitar também…

O restaurante Casa do João é um dos mais famosos da região. Você encontrará pratos típicos, caldos, cachaças e doces variados. Entre os destaques, estão a traíra sem espinhos e o pacu ao molho de urucum. A loja de lembranças tem artigos para todos os gostos, como artesanato local, livros e pinturas. O ambiente ainda conta com um pequeno museu.

O que mais você precisa saber

Em Bonito, os preços das atrações são fixos, e incluem entrada, guia de turismo, equipamentos e seguro. Além disso, você não poderá acessar os pontos turísticos por conta própria. A contratação de serviços por meio de uma agência é obrigatória.

Essa obrigatoriedade é necessária porque a emissão de vagas por passeios é monitorada pela prefeitura por meio de um ingresso único emitido pela agência de viagem. Isso permite o controle da capacidade máxima das atrações. Por isso, é importante se programar para definir e reservar os passeios com antecedência.

2. Pantanal, no Mato Grosso do Sul

Cenário de uma biodiversidade natural gigantesca, o Pantanal é outro destino do Mato Grosso do Sul muito procurado pelos amantes da natureza.

Principais pontos turísticos

Espaço de conservação da fauna e flora locais, o Parque Nacional foi criado para conservar o ecossistema pantaneiro. Ao fazer o passeio, você poderá se deparar com as principais espécies da região: jacarés, capivaras, cervos, onças-pintadas…A dica é conhecer o parque entre maio e setembro, quando as águas começam a baixar e é mais fácil de observar os animais.

Não deixe de visitar também…

Estrada de chão que cruza a região, a Transpantaneira é outra grande atração. São quase 150 quilômetros de caminhos repletos de vida selvagem. A pedida aqui é observar a mata, fotografar os animais e plantas, e contemplar a natureza. No período de seca, fica mais fácil avistar jacarés, capivaras, aves exóticas e outras espécies.

O que mais você precisa saber

O Pantanal é uma região que engloba os municípios de Anastácio, Aquidauana, Miranda, Corumbá e Ladário, e em todos eles há infraestrutura para atender aos turistas. Apesar disso, é preciso se planejar com antecedência.

Você pode conhecer o Pantanal de diferentes maneiras. Pode cruzar parte da região de barco ou em um barco hotel, serviço oferecido por diversas agências. Outra opção é se hospedar em uma pousada nas cidades, e partir deste ponto, fazer passeios de barco, jipe, cavalo e a pé.

3. Jalapão, no Tocantins

O Parque Estadual do Jalapão, no Tocantins, é um conjunto de cinco áreas de conservação, com 34 mil km² de área. A paisagem é uma mistura de cerrado com campos, e em um ponto específico dentro do Jalapão, na Serra do Espírito Santo, você encontrará um cenário que combina dunas, lagoa e chapadão.

Principais pontos turísticos

A Cachoeira da Velha é a maior da região. Não é permitido tomar banho ali, mas a 150 metros da entrada há uma praia de rio, com extenso banco de areia, onde você pode aproveitar a água. Outra atração local é a Cachoeira da Fumaça. Tem esse nome porque a queda (de aproximadamente 40 metros) forma uma nuvem de vapor de água. Também não é permitido se banhar na Cachoeira da Fumaça.

Não deixe de visitar também…

O Fervedouro e o Fervedouro de São Félix são dois pontos dentro do Jalapão com poços de água cristalina. O primeiro deles, que fica dentro de uma propriedade privada, é cercado de bananeiras e tem fundo de areia.

O que mais você precisa saber

O turismo comercial no Jalapão começou por volta do ano 2000, quando uma empresa de acampamentos montou uma espécie de camping na região. Pouquíssimos turistas já visitaram o local, e as estradas são mal sinalizadas e vazias. O recomendado é procurar um guia turístico local quando quiser visitar o Jalapão. Fora isso, lembre-se de levar tênis, repelentes e roupas confortáveis.

4. Lagoa Santa, em Minas Gerais

Localizado na região metropolitana de Belo Horizonte, Lagoa Santa é um município mineiro que encanta pela paisagem natural combinada a uma atmosfera bucólica. Veja mais abaixo:

Principais pontos turísticos

Ao visitar Lagoa Santa, não deixe de ir à Gruta da Lapinha. O local fica dentro do Parque Estadual do Sumidouro, e recebe cerca de 20 mil turistas por ano. Fica a aproximadamente 20 minutos do centro da cidade, o que facilita o acesso. Outro ponto de destaque é a Lagoa Central, principal cartão postal do município. É uma parada quase que obrigatória para quem visita Lagoa Santa.

Não deixe de ver também…

O Museu Arqueológico de Lagoa Santa abriga diversos objetos do período colonial, exemplares de animais em extinção, entre outros artefatos. O destaque da casa são os fósseis humanos de mais de 10 mil anos, popularmente conhecidos como “O homem de Lagoa Santa”.

O que mais você precisa saber

Por ser uma cidade de cerca de 50 mil habitantes, você encontrará uma estrutura melhor para se hospedar. Além disso, a facilidade de acesso a Belo Horizonte é um ponto positivo deste passeio.

5. Três Coroas, no Rio Grande do Sul

Quando se fala em Rio Grande do Sul, a primeira cidade que vem à cabeça é Gramado. Mas a aproximadamente 20 quilômetros dali, Três Coroas desponta como um dos principais nomes do ecoturismo no estado.

Principais pontos turísticos

O passeio mais procurado pelos turistas no local é o rafting no Rio Paranhana, com corredeiras de água cristalina e mata abundante que formam um cenário incrível. Geralmente, são oferecidos dois percursos: um de 5 quilômetros, e outro de 8 quilômetros. O mais interessante é que não é preciso ter experiência em rafting para descer o Rio Paranhana.

Para quem é menos radical, a dica é fazer um passeio de quadriciclo pelas trilhas do Brasil Raft Park, ou passear de carro pelas paisagens exuberantes da região.

Não deixe de ver também…

O templo budista Khadro Ling fica aberto a visitação de quarta-feira a domingo. É um ótimo passeio para contemplar a natureza e fazer práticas de meditação em público. Além disso, é um ótimo lugar para entender melhor o budismo. Como passeio cultural, vale muito a pena!

O que mais você precisa saber

Da mesma forma que em Lagoa Santa, em Três Coroas você também encontrará estrutura de hotéis e gastronomia. Vale a pena tirar mais alguns dias para visitar outras cidades da região, como Nova Petrópolis (próxima de Gramado).

Fugir da rotina requer um pouco de planejamento, mas vale a pena! Sempre que você quiser fazer aquela viagem dos sonhos, mas não tiver tempo, procure os profissionais certos em agências de viagens, que podem ajudá-lo! Gostou das nossas dicas para fugir da rotina? Saiba como planejar sua viagem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *