A cidade de Bonito – ecoturismo repleto de histórias

A cidade de Bonito: ecoturismo repleto de histórias

O Brasil conta com 5570 municípios. Alguns ultrapassam o número de vários milhões de habitantes, enquanto outros apresentam uma população bem menor. Mas, como diz o ditado, nos menores frascos é que se encontram os melhores perfumes.

Esse é o caso da cidade de Bonito. No município vivem apenas 20 mil habitantes, com atividades focadas basicamente na pecuária e no ecoturismo. Mas quem pensa que a cidade é parada, se engana: durante todo o ano chegam visitantes de vários cantos do mundo, à procura das maravilhas que fizeram a cidade famosa: seus rios com água cristalina, suas grutas cheias de mistérios, suas matas que rendem trilhas lindíssimas e – claro – sua gastronomia e cultura local riquíssima.

A beleza natural é tanta que até hoje, por vários anos consecutivos, Bonito detém o título de Melhor Destino de Ecoturismo, batendo grandes concorrentes como Fernando de Noronha, Chapada Diamantina e Foz do Iguaçu.

Nesse post você vai conferir então tudo que precisa saber sobre Bonito, para que possa aproveitar muito mais a cidade quando fizer sua viagem. Confira:

 

  • Descubra como a cidade surgiu

Bonito nasceu inicialmente como parte do município de Miranda, em 1915, mas já em 1948 consegue a emancipação, transformando-se oficialmente no município de Bonito. Em 2018, a cidade completa 70 anos.

A localização relativamente próxima (quase 300 km) de Campo Grande facilita o acesso. Como a principal forma de sustento de Bonito é o turismo, e como os moradores sabem da importância da proteção à natureza, os passeios em Bonito funcionam mediante a compra antecipada de ingressos. Mas você não precisa se preocupar. Contando com uma agência de turismo essa tarefa fica tranquila e livre de problemas.

 

  • Saiba um pouco mais sobre as belezas naturais e as opções de passeio

Os rios de Bonito chamam a atenção pela água cristalina, que fica assim graças às rochas de calcário da região.

Já em relação aos passeios (que são mais de 40), podemos separá-los em dois tipos: relax e aventura.

Na opção relax você encontra trilhas, banhos em cachoeira, arvorismo, flutuação em rios, passeios de bicicleta, quadriciclo e a cavalo. Já na opção aventura, Bonito oferece rapel, mergulho, descida do rio em bote e visitação a cavernas.

São tantas opções que é bom você contar com uma ajuda para montar seu roteiro para Bonito.

 

  • Aprenda sobre a gastronomia local

 

Por estar mais próximo do Paraguai e dos estados do sul do Brasil, a gastronomia de Bonito é carregada da influência culinária dessas regiões. Quando você conhecer Bonito, não deixe de experimentar as especialidades da região como: carne de sol, arroz carreteiro, sopa paraguaia, chipa paraguaia, picanha na pedra, churrasco, guavira (fruta típica do cerrado), tereré (bebida típica do MS), carne de jacaré (prato exótico, mas não típico da região) e o curioso sorvete assado.

 

  • Entenda o ritmo da cidade

 

Bonito é tranquila e pacata, mas se engana quem pensa que as opções de divertimento vivem todas nos arredores, junto à natureza. De segunda a sábado o comércio funciona regularmente, com destaque para os restaurantes, que oferecem desde opções mais simples e econômicas até outras mais elaboradas e caras. À noite, o destaque são os barzinhos (que ficam abertos até às 02h, dependendo da época) e as pizzarias.

Quem viaja com crianças não precisa se preocupar, porque há vários passeios pensados especialmente para pais e filhos.

 

  • Confira os principais atrativos culturais

 

Por último, quando você estiver planejando seu roteiro de férias, não se esqueça de reservar um tempo para contemplar a cultura local.

Uma feira local muito típica acontece sempre às quartas e sábados, com animada música, dança e – claro – comidas deliciosas e produtos artesanais (perfeitos para souvenirs). Também vale a pena conhecer os pontos turísticos de Bonito, como a Casa da Memória Raída, que apresenta a história da cidade com lindas fotos, e a Gruta de São Mateus, que conta com museu na entrada.

Ao longo de todo o ano são realizados festivais. Os principais são o Festival da Guavira (sempre em novembro, quando a fruta floresce e vai parar em deliciosos sucos, licores, sorvetes e pratos) e também o Festival de Inverno (sempre em julho). Nessa festa, se apresentam cantores de todo Brasil, com exposição e venda de artesanato da região, além de espetáculos de teatro e stand-up.

Bonito é uma cidade pequena, mas quando você vier vai se surpreender em como ela é gigante quando se trata de diversão, cultura e ecoturismo.

Comece agora mesmo a programar a sua viagem conferindo todas as dicas para curtir esse paraíso na Terra.

Obrigado pela leitura!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *