fbpx

Serra da Bodoquena: tudo o que você vai ver por lá

Serra da Bodoquena: tudo o que você vai ver por lá

A Serra da Bodoquena é uma das grandes preciosidades que você pode conhecer ao visitar Bonito/MS. Com paisagens estonteantes e um rico ecossistema, o local conta com diversas atividades em meio à natureza. Para saber tudo o que você vai encontrar por lá, criei um super guia sobre o local.

Continue a leitura e saiba tudo sobre a Serra da Bodoquena!

O Parque Nacional da Serra da Bodoquena

O Parque Nacional
O Parque Nacional

Localizado a 70 km de Bonito/MS, o Parque Nacional da Serra da Bodoquena é uma das atrações mais procuradas da região. Criado em 2000, o local tem como objetivo a preservação da sua rica biodiversidade da Mata Atlântica. 

Por enquanto é a única unidade de conservação federal do estado do Mato Grosso do Sul. E não à toa: essa é a maior área contínua com bioma de Floresta Tropical da área.

Quais as principais características da Serra da Bodoquena?

Com mais de 70 mil hectares, o Parque Nacional da Serra da Bodoquena tem como cenário as montanhas de rochas calcárias que as diferenciam das demais montanhas da região. O parque conta ainda com áreas compostas por campos alagados, cerrados, floresta estacional e o maior trecho de Mata Atlântica do estado.

Onde fica a Serra da Bodoquena?

A Serra da Bodoquena está situada na borda sudoeste do Pantanal e é formada pelas cidades de Porto Murtinho, Bonito, Jardim, Miranda e Bodoquena, no Mato Grosso do Sul.

O que fazer na Serra da Bodoquena?

Quem visita a Serra da Bodoquena tem a chance de realizar atividades de ecoturismo que envolvem a contemplação da fauna e flora, assim como esportes de aventura, como trilhas, cachoeiras, passeio de quadriciclo, entre outros. 

A paisagem 

O Parque Nacional da Serra da Bodoquena está dividido em dois fragmentos: norte e sul. Em toda sua extensão encontramos uma diversidade de cenários que surpreendem. O terreno possui características geológicas únicas e a região ainda abriga diversas cavernas, grutas e abismos. Essas formações milenares, alagadas ou não, resultam da interação das águas de rios e das chuvas com as rochas.

Por lá, a vegetação é arbórea densa, com remanescentes da Mata Atlântica e transição para o Cerrado. A fauna é também um dos grandes diferenciais, com diversas espécies de animais.

Os rios

Outra característica que chama a atenção de quem visita a região são as suas águas extremamente cristalinas. O Parque Nacional da Serra da Bodoquena possui águas repletas de carbonato de cálcio que retém a sujeira levando-a para o fundo. Por isso os rios da região têm algumas das águas mais cristalinas do Brasil.

O Rio Salobra e o Rio Perdido são os principais cursos de água do Parque. O primeiro fica ao norte e o segundo é localizado no fragmento sul. As águas dos rios, córregos e cachoeiras da Serra são limpas e com ótima visibilidade por conta das rochas. 

Alguns trechos do Rio Perdido são subterrâneos, com as águas fluindo por galerias dentro das rochas. A água adentra o solo pelos sumidouros em algumas áreas. Já, em outras, brota para a superfície através das ressurgências. 

As águas cristalinas são ideais para banho e para observar as espécies de flora e fauna subaquáticas da região.

A floresta 

A flora da região tem uma vegetação arbórea densa, com transição entre Cerrado e Floresta Estacional Decidual Submontana. Isto é, grande parte de árvores perdem as folhas durante a estiagem. Na chegada da estação chuvosa, se recuperam e voltam à riqueza tropical, formando uma paisagem de encher os olhos. 

Tarifário-e-Guia-de-Passeios-22

Os animais

A fauna também é rica em espécies. Entre os canídeos, encontramos as raposas, lobinhos e os lobos-guarás. Os felinos são representados pelas onças-pintadas, jaguatiricas e pela onça-parda, também conhecida como suçuarana ou puma. Além disso, outros animais vivem por lá, como as capivaras, cutias, antas, catetos, queixadas, pacas, lontras e ariranhas. 

Entre as aves, encontramos as araras-azuis, vermelhas e canindés, bem como a maior ave encontrada no Brasil, a harpia. Também conhecida como gavião-real, é uma das maiores e mais fortes águias do planeta. Um dos símbolos da Serra da Bodoquena, a harpia corre risco de extinção e deve ser preservada, pois é encontrada em poucos lugares do Brasil.

Como é o clima na Serra da Bodoquena?

Serra da Bodoquena: tudo o que você vai ver por lá
Serra da Bodoquena: tudo o que você vai ver por lá

O clima na região é marcado por dois períodos bem característicos: verão úmido e inverno seco. Semelhante às savanas tropicais, tem inverno com temperaturas entre 15°C e 20°C, além de chuvas mais intensas entre outubro e abril. A temperatura média anual é de 24 °C.

O atrativo Cachoeiras Serra da Bodoquena

O atrativo Cachoeiras Serra da Bodoquena
O atrativo Cachoeiras Serra da Bodoquena

O atrativo Cachoeiras Serra da Bodoquena está localizado em uma fazenda próxima ao Parque Nacional. São 400 hectares ao total, sendo que 350 deles são formados por mata preservada e áreas em recuperação. O local tem fácil acesso, estrada asfaltada e bem sinalizada. Assim, o trajeto de 70 km para quem parte de Bonito/MS leva apenas 1h. Confira as principais atividades do local a seguir!

Trilhas

Quem realiza o passeio caminha por uma trilha leve pela mata por 2.500 metros. São até oito paradas para banho em belas cachoeiras e piscinas naturais do Rio Betione. A trilha não tem limite de idade, pois é plana e realizada à sombra das árvores.

Passeio de Caiaque Duck

Em caiaques infláveis, os visitantes podem se divertir enquanto navegam pelas águas do Balneário da Serra da Bodoquena. O passeio é perfeito para curtir a natureza e observar a flora local. 

Passeio de quadriciclo

Para quem ama adrenalina, o passeio de quadriciclo na Serra da Bodoquena é a opção ideal. O percurso possui 8 km de extensão e os participantes da atividade passarão por rochas carbonáticas em meio à mata e encontrarão vales e cachoeiras, com direito a parada para banho.

Para realizar a atividade não é preciso habilitação. A idade mínima para pilotar é 12 anos e crianças a partir de 5 anos podem ir na garupa.

Flutuação nas Nascentes da Serra

No local é possível realizar também o passeio de flutuação, uma das práticas mais populares no destino. A flutuação nas Nascentes da Serra da Bodoquena acontece em um percurso de aproximadamente 600 metros, no qual os participantes boiam de barriga para baixo enquanto observam um cenário surpreendente, repleto de peixes e enormes plantas subaquáticas.

Infraestrutura e Balneário da Serra da Bodoquena

Por lá também é possível desfrutar das atividades do Balneário da Serra da Bodoquena. O local tem área gramada, quadra de vôlei de areia, cadeiras para descanso e quiosque. O visitante pode ainda curtir a tirolesa, aproveitar as piscinas e realizar passeios de boia ou caiaque. 

Todas as atividades são realizadas com acompanhamento de guias de turismo e monitores. Isso garante o conforto e, principalmente, a segurança dos visitantes. 

Quando visitar as Cachoeiras da Serra da Bodoquena?

Serra da Bodoquena: tudo o que você vai ver por lá
As cachoeiras são um espetáculo que você pode visitar em Bonito/MS

O melhor período para fazer o passeio é você que escolhe! A região pode ser visitada durante o ano todo. Durante o período chuvoso, as paisagens ficam ainda mais verdes e as cachoeiras mais cheias. Mas vale lembrar que as condições climáticas podem influenciar nas atividades. 

O que levar?

Roupas leves e tênis são indispensáveis. Lembre-se da roupa de banho e toalha, repelente e protetor solar. O local possui guarda-volumes. Ah, leve também uma câmera fotográfica para registrar tudo!

Viaje com a Bonitour!

Agora que você já está por dentro de tudo o vai ver por lá, que tal começar a planejar a sua viagem para a Serra da Bodoquena? No no site da Bonitour, você pode montar o roteiro da sua viagem para de maneira fácil e rápida através do Roteiro Fácil, uma forma simples e prática para organizar a sua viagem. E baixando o aplicativo de viagens, você tem acesso ao seu roteiro, além de facilidades como o  check-in online.

Fale conosco pelo whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *