fbpx

Tudo sobre o ecoturismo

Tudo sobre o ecoturismo

O ecoturismo é um segmento de atividade turística cada vez mais popular no Brasil e no mundo. A modalidade incentiva a conservação do patrimônio natural e cultural de determinado local e ainda permite a prática de atividades super divertidas em meio à natureza.

Para incentivar essa prática, preparei um guia completo sobre o assunto. Neste guia, você descobre o que é o ecoturismo e conhece as principais atividades, além de dicas de destinos para praticá-las.

O que é ecoturismo?

A Organização Mundial do Turismo (OMT) define o ecoturismo como atividade de observação e apreciação da natureza, com o objetivo de contribuir para a sua preservação e minimizar os impactos negativos no meio ambiente.

No Brasil, o ecoturismo começou a ficar popular nas décadas de 80 e 90. Durante o período, o objetivo era encontrar alternativas para viabilizar pacotes de viagens à Amazônia. Hoje, a modalidade ganhou muito mais espaço e o setor privado já olha com mais atenção para o ecoturismo, desenvolvendo projetos e roteiros em parceria com o governo e as prefeituras de diversos municípios pelo Brasil.

Além disso, o ecoturismo se baseia na interpretação, conservação e sustentabilidade. Algumas de suas características são:

  • A utilização de recursos naturais e culturais de maneira sustentável;
  • Oferecimento de produtos e serviços de qualidade aos visitantes;
  • Distribuição justa dos benefícios econômicos gerados e retorno deles como investimento em preservação e recuperação ambiental;
  • Desenvolvimento das comunidades locais.
Tudo sobre o ecoturismo
Tudo sobre o ecoturismo

Qual é a importância do ecoturismo? 

Sem dúvidas, a preservação ambiental é uma das pautas mais importantes atualmente. Felizmente, existem políticas ambientais que visam a preservação e, em um país como o Brasil, o ecoturismo é uma alternativa saudável e repleta de opções para os praticantes.

A modalidade, além de aproximar os viajantes à natureza, evidencia ainda mais a importância da preservação de recursos naturais e culturais de determinada região.

Como praticar o ecoturismo? 

O objetivo de quem opta pela prática do ecoturismo é observar como pode aproveitar conexão com a natureza, sem gerar impacto no meio ambiente. Por isso, abrange diversos hábitos e começa na escolha do destino, as empresas com quem você irá viajar, onde você irá se hospedar e a proposta do seu roteiro. Além disso, o respeito com a natureza, cultura e diversidade local, responsabilidade com o próprio lixo e outros hábitos devem fazer parte da sua viagem. 

Ecoturismo para crianças e terceira idade 

Outra vantagem do ecoturismo é que é uma opção bem legal para toda a família, incluindo crianças e idosos. É muito recomendado para ensinar as crianças sobre a importância da natureza e também para quem busca mais saúde física e mental, sempre respeitando as regras de cada atividade. 

Diversas atividades podem ser praticadas por crianças e idosos
Diversas atividades podem ser praticadas por crianças e idosos

Qual a diferença entre turismo de aventura, ecoturismo e turismo sustentável? 

Turismo de aventura

No turismo de aventura o turista realiza atividades relacionadas às experiências físicas e sensoriais que envolvem desafios e podem proporcionar sensações diversas relacionadas ao prazer e diversão. Essas atividades recreativas podem acontecer em diferentes locais, seja na natureza ou em equipamentos construídos, em área urbana ou rural. 

Ecoturismo

Como vimos, o ecoturismo envolve responsabilidade e acontece em áreas naturais, com o objetivo de preservar o meio ambiente e promover o bem-estar da população local. 

As atividades do ecoturismo (ou turismo ecológico) promovem a integração entre turista e ambiente, com envolvimento em questões relacionadas à conservação dos recursos, educação e desenvolvimento socioeconômico do destino.

Turismo sustentável

O turismo sustentável é uma prática que considera seus atuais e futuros impactos e se apoia em três pilares:  o ambiental, o sociocultural e o econômico, abordando as necessidades dos turistas, da indústria, do meio ambiente e das comunidades locais.

Enquanto o ecoturismo é uma modalidade do setor que está fundamentada na integração do homem com a natureza, o turismo sustentável leva em consideração todos os aspectos relacionados à sustentabilidade e se aplica a todos os setores envolvidos na atividade.

Atividades praticadas no ecoturismo

Agora que você já sabe mais sobre e ecoturismo e as suas diferenças, entre outras modalidades relacionadas, conheça as principais atividades de ecoturismo:

Trilha e trekking 

As trilhas são caminhos de passeio terrestre usados para caminhadas, ciclismo ou outras atividades. Elas têm como objetivo aproximar o visitante à natureza ou levá-lo a um atrativo específico, possibilitando o entretenimento e educação através de sinalizações, guias turísticos ou o acompanhamento de guias de turismo.

O trekking é também um esporte caracterizado pela caminhada, com a diferença de que a atividade dura mais de um dia, enquanto as trilhas podem ser realizadas em apenas algumas horas.

Trilha e Trekking são atividades muito populares
Trilha e Trekking são atividades muito populares

Flutuação e mergulho

A flutuação é realizada na água, como se o praticante estivesse boiando de barriga virada para baixo. O passeio é feito em rios onde a correnteza conduz o visitante suavemente por um percurso definido. A atividade pode ser feita também no mar e, nesse caso, recebe o nome de snorkeling

A maior diferença entre a flutuação e o mergulho é o equipamento utilizado e a profundidade atingida. O mergulho acontece com cilindros e os visitantes mergulham com mais profundidade para observar a vida subaquática do local.

Flutuação e Mergulho são muito procurados para praticantes do ecoturismo

Rapel e tirolesa

No rapel, o praticante realiza a descida por cordas verticais em abismos, cânions, cachoeiras, vãos livres ou paredões. A atividade oferece opções e variedades, classificadas de acordo com sua dificuldade e metodologia.

Já a tirolesa, uma prática muito comum na área de ecoturismo e turismo de aventura no Brasil, proporciona uma sensação de liberdade, similar ao poder de voar. Os praticantes ficam suspensos, sem necessidade de esforços físicos e geralmente se deparam com belas paisagens.  

Rapel e tirolesa: atividades para quem gosta de adrenalina!
Rapel e tirolesa: atividades para quem gosta de adrenalina!

Arvorismo

O arvorismo é caracterizado pela montagem de trilhas, passarelas, tirolesas e diferentes atividades suspensas em árvores. Os obstáculos ficam posicionados de maneira estratégica através de cordas e cabos de aço e oferecem aos participantes adrenalina e diversão, sempre com segurança e respeito à natureza. 

O Arvorismo é muito procurado para quem deseja se aventurar na natureza.
O Arvorismo é muito procurado para quem deseja se aventurar na natureza.

Asa delta e parapente

A asa delta é um tipo de aeronave composta por tubos de alumínio, que proporciona rigidez estrutural e uma vela feita de tecido, que possibilita a sustentação da aeronave no ar. É uma das modalidades mais populares entre os esportes praticados no ar, principalmente em cidades com montanhas ou terrenos propícios para os voos.

Já o parapente é uma estrutura flexível que também oferece um passeio de aventura no ar. A atividade é realizada a partir da encosta de uma montanha ou num local inclinado e que esteja a favor do vento. O praticante corre pela encosta abaixo e depois encontra uma corrente de ar.

Asa delta e parapente
Asa delta e parapente | Foto: JACLOU-DL via Pixabay

Caiaque, canoagem e boia cross

Apesar de semelhantes, a diferença entre o caiaque e a canoagem está nos seus assentos e remos. No caiaque o remador usa um remo de pá dupla e senta com as pernas pra frente. Na canoa é utilizado remo de uma pá e o praticante fica ajoelhado. Os dois esportes podem ser praticados no mar, rios e cachoeiras. 

Já o boia cross consiste em descidas com boias individuais pelo leito de rios e corredeiras leves, moderadas ou radicais, proporcionando uma atividade cheia de adrenalina.

Caiaque, canoagem e boia cross são formas divertidas de aproveitar os destinos de ecoturismo

Observação de animais silvestres

A observação de animais silvestres consiste na prática de observar uma área natural ou alguns elementos da fauna ou flora. Devido a sua diversidade, o Brasil é um dos melhores destinos de observação de animais. A atividade é uma ótima oportunidade para adquirir conhecimento, já que cada espécie tem seu horário, temporada e local.

A observação de animais silvestres também é uma forma de fazer ecoturismo
A observação de animais silvestres também é uma forma de fazer ecoturismo

Onde fazer ecoturismo no Brasil?

O Brasil é um dos melhores países do mundo para a prática do ecoturismo. Por aqui, de norte a sul, existem diversos destinos repletos de belezas naturais e atividades em meio à natureza. Confira!

Destinos de ecoturismo no Norte que são imperdíveis

O Norte do Brasil é uma das regiões mais ricas do país. Por lá, locais como Alter do Chão/PA, Monte Roraima/RR, Jalapão/TO, Ilha do Marajó/PA e Amazônia reservam diversas opções de atividades em meio à natureza. Conheça os 5 destinos de ecoturismo na região Norte do Brasil!

Incríveis destinos de ecoturismo no Nordeste

O Nordeste conta com inúmeras praias incríveis e cenários paradisíacos. O destaque fica para Pipa/RN, Jericoacoara/CE, Lençóis Maranhenses/MA, Chapada Diamantina/BA e Maceió/AL. Conheça os 5 destinos de ecoturismo no Nordeste do Brasil!

Melhores destinos de ecoturismo no Centro-Oeste

No Centro-Oeste do Brasil está o melhor destino de ecoturismo do país: Bonito/MS. Além dele, a região conta também com outros destinos que reservam diversas surpresas em matas, rios e cachoeiras. Conheça 5 destinos de ecoturismo no Centro-Oeste do Brasil

Destinos de ecoturismo no Sudeste para conhecer

O Sudeste também surpreende pela quantidade de destinos perfeitos para a prática do ecoturismo. Na região, encontramos locais como Socorro/SP, Brotas/SP, Serra da Canastra/MG, Pedra Azul/ES e Teresópolis/RJ. Conheça os 5 destinos de ecoturismo no Sudeste do Brasil!

Destinos de ecoturismo no Sul que devem entrar em sua lista

Com um inverno marcante e praias incríveis, no sul do país existem diversos destinos repletos de natureza. O destaque fica para a Ilha do Mel/PR, Urubici/SC, Serra Gaúcha/RS, Foz do Iguaçu/PR e Florianópolis/SC. Conheça os 5 destinos de ecoturismo no Sul do Brasil!

Onde fazer fora do Brasil? 

Fora do Brasil também existem destinos perfeitos para a prática do ecoturismo. Entre as melhores praias e cavernas do mundo e até mesmo atividades premiadas, o destaque entre os destinos internacionais fica para países como Austrália, Nova Zelândia, México e Vietnã.

Conheça os melhores destinos internacionais para a prática do ecoturismo!

Viajar é com a Bonitour!

Aqui na Bonitour você pode montar o seu roteiro para Bonito/MS, a capital do ecoturismo no Brasil. Através do Roteiro Fácil, uma ferramenta totalmente online e gratuita, você escolhe os seus passeios e organiza toda a sua viagem para o destino. 

Com ele, você consegue ajustar o seu roteiro com base na distância entre passeios, tempo de deslocamento, número máximo e mínimo de dias, entre muitas outras vantagens. Além disso, a Bonitour é uma agência totalmente digital e possui um aplicativo de viagens, pelo qual você tem acesso ao roteiro além da facilidade do check-in online nas atividades. Acesse o site e conheça todos os benefícios!

checklist-de-viagem

Um comentário sobre “Tudo sobre o ecoturismo

  1. No nordeste faltaram muitas outras atraçoes… Parque Nacional de Sete Cidades e Parque Nacional da Serra das Confusões no Piauí, Parque Nacional de Ubajara no Ceará, as cachoeiras de Carolina no Maranhão, são alguns exemplos…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *